Nona edição do Prêmio Cooperativa do Ano abre suas inscrições a partir de segunda-feira

12 07 2014

Brasília (11/7) – A partir de segunda-feira (14), cooperativas de todo o Brasil, independentemente do ramo ou porte, poderão inscrever seus projetos na nona edição do Prêmio Cooperativa do Ano, uma das ações mais esperadas por cooperativistas de todo o país. Para o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, o objetivo do Prêmio, que ocorre de dois em dois anos, é reconhecer e valorizar as iniciativas de sucesso desenvolvidas por cooperativas brasileiras.

“O Prêmio reflete não apenas o espírito cooperativista, mas também o compromisso das nossas instituições com o desenvolvimento pessoal e a qualidade de vida dos seus associados. Por isso, nossas cooperativas realmente merece ser reconhecidas como instituições sérias que são – comprometidas com a sua base, os seus cooperados, e com a sociedade”, ressalta o presidente Márcio Freitas.
Nesta edição, o Prêmio contará com sete categorias: Desenvolvimento Sustentável, Cooperativa Cidadã, Comunicação e Difusão do Cooperativismo, Fidelização, Benefícios, Atendimento e Inovação e Tecnologia.
NOVIDADE – Em 2014, as cooperativas inscritas em algum programa de gestão do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) terão uma bonificação e já sairão na frente. Os programas são: Programa de Acompanhamento da Gestão Cooperativista (PAGC), Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas (PDGC) e Programa de Desenvolvimento Econômico-Financeiro (GDA). Para conferir as novidades desta edição, ACESSE AQUI.
PRAZOS – As cooperativas interessadas devem estar atentas aos prazos. Confira:
– Início das inscrições: 14/07/2014 às 9h (horário de Brasília)
– Término das inscrições: 16/09/2014 às 18h (horário de Brasília)
– Premiação nacional: 25/11/2014 em Brasília (DF)
O PRÊMIO – O Prêmio Cooperativa do Ano é uma iniciativa do Sistema OCB, em parceria com a revista Globo Rural. A última edição foi realizada em 2012 e contou com 212 projetos de 138 cooperativas do Sistema OCB, de 20 estados brasileiros. No total, 21 trabalhos foram vencedores.
Fonte: Brasil Cooperativo
premiocoop
Anúncios




OCB divulga relatório mensal sobre ações de junho

11 07 2014

Documento apresenta resultados das atividades desenvolvidas no mês passado
Brasília (11/07) – O Sistema (OCB) divulgou ontem o relatório mensal de suas ações referentes ao mês de junho. O envio do documento aos diretores, representantes dos ramos e dirigentes das unidades estaduais marca a transparência da entidade que representa politicamente as cooperativas do país.

A intenção do Sistema OCB é prestar contas de tudo o que foi desenvolvido no período, possibilitando que as lideranças poderão acompanhar o andamento das ações e projetos prioritários para o crescimento do cooperativismo no Brasil. Além disso, os dirigentes estaduais poderão propor novas estratégias que garantam o cumprimento das metas propostas.

Dentre os pontos de destaque do documento, está lançamento do Dia de Cooperar (Dia C) em sete unidades estaduais, com a participação de mais de 122 cooperativas e cerca de 500 pessoas. Por falar nisso, até o dia 30 de junho, 910 iniciativas foram inscritas, contemplando 21 estados e 11 ramos.

Outro assunto que tomou conta da pauta do Sistema OCB foi a aplicação dos questionários que subsidiarão a elaboração do Diagnóstico do Ramo Consumo. No total, 32 cooperativas responderam à pesquisa encerrada no dia 30 de junho. Vale destacar que 95 é o número de cooperativas regulares participantes do diagnóstico.

Na mídia foram publicadas 365 notícias sobre o Sistema OCB e suas unidades. Todos esses textos juntos representam um retorno em mídia espontânea de R$ 5 milhões, já que 97% das notícias divulgadas são consideradas positivas.

Clique e LEIA A ÍNTEGRA DO RELATÓRIO!

20140711-140358-50638557.jpg





Ministro do Trabalho recebe comitiva do Sistema OCB

11 05 2014

Com o intuito de tratar das questões sindicais do cooperativismo, o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, foi recebido esta semana (08/05) pelo ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias. Assuntos como representação sindical e sua estrutura fizeram parte das discussões. A audiência ocorreu na sede do ministério, em Brasília, e contou com as presenças do superintendente do Sistema OCB, Renato Nobile, da gerente geral, Tânia Zanella, e da gerente sindical da Confederação Nacional das Cooperativas (CNCOOP), Junia Queiroz Alves Dal Secchi.

Reforçando o time do Ministério do Trabalho, também participaram da reunião: o secretário adjunto de Relações do Trabalho, Carlos Arthur Barboza, o conselheiro do Ministério no Sescoop, Fabio Batistello, além de representantes do Cadastro Nacional de Entidades Sindicais.

O presidente aproveitou a audiência para informar ao ministro sobre o trabalho que tem sido desenvolvido pelas demais casas que compõem o Sistema OCB.

“Nosso objetivo foi aproveitar o canal de comunicação que temos com o ministro Manoel Dias, a fim de discutir a consolidação da estrutura sindical do cooperativismo brasileiro. Ele é um entusiasta do setor e disse que sua equipe irá estudar mais detidamente as questões de interesse da categoria econômica das cooperativas”, comenta o presidente Márcio Freitas.

Manoel Dias, por sua vez, informou que tem trabalhado arduamente para dialogar e evoluir nos debates para o crescimento e desenvolvimento do setor. Por fim, o ministro enfatizou que tem o cooperativismo como parceiro e reconheceu todo o empenho do Sistema OCB em oferecer qualificação profissional e contribuir com a expansão das cooperativas brasileiras, porque, para ele, “o cooperativismo é o futuro do Brasil”.

Durante a audiência, o presidente do Sistema OCB entregou a Dias um exemplar da Agenda Legislativa do Cooperativismo, com os 52 pleitos mais urgentes do setor e que, atualmente, tramitam no Congresso Nacional. A publicação também é uma importante fonte de consulta sobre dados e conquistas do cooperativismo.

Manoel Dias também recebeu o livro “Histórias de Cooperação”, contendo 366 textos sobre cooperativas brasileiras que constroem um mundo melhor. O livro traz uma história pro dia do ano, fazendo referência direta a 2012, declarado pela Organização das Nações Unidas como “Ano Internacional do Cooperativismo”.

NÚMEROS – No Brasil, o cooperativismo reúne mais de 11 milhões de associados e mais de 321 mil empregados. Se incluirmos as famílias desses cooperados, falaremos de algo que envolve cerca de 44 milhões de brasileiros.

Image





Inscrições para apresentação de trabalhos no III EBPC abrem amanhã

16 04 2014

enc

 

 

 

 

 

 

A Rede Brasileira de Pesquisadores em Cooperativismo (RBPC) e o Sistema OCB abrem amanhã o período de inscrição dos trabalhos que poderão ser apresentados no III Encontro Brasileiro de Pesquisadores em Cooperativismo (EBPC), a ser realizado entre os dias 20 e 22 de outubro, na Universidade Federal do Tocantins, em Palmas. O tema da terceira edição é “Cooperativismo como Modelo de Negócios: as cooperativas conquistam desenvolvimento sustentável para todos”.

O Sistema OCB visa a aproximar a área acadêmica da real necessidade das cooperativas, propondo debates fundamentados em pontos definidos pela Aliança Cooperativa Internacional (ACI) como essenciais ao desenvolvimento do setor e à sua consolidação nos próximos 10 anos, na chamada “Década do Cooperativismo”.

Além da apresentação dos trabalhos haverá palestras e mesas-redondas, que representam grande oportunidade de “networking” social e profissional em questões estratégicas à competitividade e à permanência das cooperativas no mercado global.

Será aceita a inscrição de trabalhos nas modalidades: artigo, artigo de iniciação científica e/ou trabalho de conclusão de curso e relato de práticas. Os interessados podem CLICAR AQUI para obter todas as informações sobre como se inscrever.

Fonte: OCB





Sistema OCB disponibiliza link do livro “Histórias de Cooperação”

13 03 2014

publicacao II 14 03 2014

O Sistema OCB acaba de disponibilizar em seu portal o link para download do livro “Histórias de Cooperação – 366 cooperativas brasileiras que constroem um mundo melhor”. Ao todo, são apresentados 366 casos de sucesso – um texto para cada dia de 2012, declarado pela Organização das Nações Unidas como “Ano Internacional do Cooperativismo”.

Acesso – Para baixar o arquivo, basta que o interessado acesse www.brasilcooperativo.coop.br e clique no banner da publicação. Para ir direto, CLIQUE AQUI. O livro foi lançado no início deste ano e conta histórias de cooperativas que, graças à sua gestão profissionalizada, contribuem para mudar o cenário das comunidades onde estão presentes, gerando desenvolvimento e levando mais qualidade de vida e felicidade às pessoas.

Oportunidade – Segundo o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, ao longo de 2012 as cooperativas aproveitaram a oportunidade para divulgar seu trabalho. “Mostramos ao Brasil que, por meio do trabalho em conjunto, conquistamos a nossa independência econômica. Assim, juntos e movidos por um espírito empreendedor característico dos cooperativistas, nos firmamos, cada vez mais, como ummodelo de negócio sustentável”, comenta o presidente.

Distribuição – O livro foi distribuído às unidades estaduais e estão, pouco a pouco, sendo entregues às cooperativas retratadas. O objetivo é inspirar o leitor a empreender, encontrando a motivação que lhe falta para, também, escrever uma história diferente, com um final feliz.

Números – No Brasil, o cooperativismo reúne mais de 11 milhões de associados e mais de 321 mil empregados. Se incluirmos as famílias desses cooperados, falaremos de algo que envolve cerca de 44 milhões de brasileiros. (Informe OCB)





Sistema OCB divulga relatório de ações do mês de fevereiro

12 03 2014

A Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) divulgou, na segunda-feira (10/03), o relatório mensal de suas ações referentes ao mês de fevereiro. O envio do documento aos diretores, representantes dos ramos e dirigentes das unidades estaduais marca a transparência da entidade que representa politicamente as cooperativas do País.

Prestação de contas- De acordo com o presidente Márcio Lopes de Freitas, a intenção é prestar contas de tudo o que foi desenvolvido no período. “Dessa forma, as lideranças poderão acompanhar o andamento das ações e projetos prioritários para o crescimento do cooperativismo no Brasil, além de propor novas estratégias que garantam o cumprimento das metas, estreitando, cada vez mais, os laços com a base”, considera Márcio Freitas.

Destaques – Entre os pontos de destaque do documento, estão:

– IC Agro – É o Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro), desenvolvido pelo Departamento de Agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Deagro/Fiesp) e pela OCB. É um estudo realizado trimestralmente com a finalidade de auxiliar na definição de estratégias e na tomada de decisão das cooperativas agropecuárias e de outros membros da cadeia produtiva.

– Portas Abertas – É uma iniciativa que aproxima o sistema OCB da base cooperativista, apresentando aos líderes do setor o dia a dia das ações realizadas em prol das cooperativas em Brasília. No total, 150 cooperativas já foram recebidas entre os meses de outubro (2013) e fevereiro deste ano.

– Assessoria de Imprensa – Ao longo de fevereiro, 72 notícias envolvendo o nome do Sistema OCB foram veiculadas. A maior parte delas, 80%, foi publicada na web. Convertendo a divulgação em valor de mídia espontânea, foi possível uma economia de R$ 2,5 milhões. (Informe OCB)

LEIA A ÍNTEGRA DO RELATÓRIO!

20140312-183001.jpg





Sistema OCB apresenta Plano Sistêmico do Cooperativismo até 2025

15 02 2014

Apresentar o Mapa de Cenários e Desafios do Cooperativismo até 2025, produzido pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). Este foi o objetivo de uma vídeo-conferência, realizada ontem (13), com as unidades estaduais do Sistema OCB. Dirigentes e colaboradores do Sistema na Paraíba participaram da ação. O estudo gerou o Plano Sistêmico, que foi apresentado pela Gerência de Planejamento da unidade nacional.

Os dirigentes das unidades estaduais tiveram acesso aos resultados das pesquisas e entrevistas realizadas no segundo semestre do ano passado, que envolveram mais de 600 pessoas (dirigentes, especialistas, gestores e grupos focais). As entrevistas foram realizadas com o apoio da empresa de consultoria Macroplan.

A partir dos resultados, foram analisadas as tendências (oportunidades e ameaças) e identificadas as demandas do setor nos próximos anos. Entre as metas apontadas pelo estudo estão a elevação da renda dos cooperados e o aumento da competitividade das cooperativas perante as demais empresas.

“É muito importante que todos nós tenhamos conhecimento desses desafios e cenários. Assim, teremos condições de definir, em breve, a missão, a visão e os valores organizacionais de cada uma das casas do nosso Sistema e, mais, os objetivos estratégicos e as estratégias para alcançá-los”, destaca o superintendente do Sistema OCB, Renato Nobile.

O documento foi construído com a efetiva participação da Diretoria Executiva, Conselhos de Administração do Sescoop, CNCoop e OCB, gerências gerais e áreas finalísticas, no fim de janeiro.

Com informações do portal Brasil Cooperativo

20140215-080711.jpg